7 equipamentos e acessórios para café que todo apaixonado pela bebida deve ter

7 equipamentos e acessórios para café que todo apaixonado pela bebida deve ter

Existem alguns equipamentos e acessórios para café que todo amante da bebida deve ter. Afinal, eles ajudam a ter uma experiência de alta qualidade, evidenciando todo o potencial de aromas e sabores dos grãos, e também auxiliam no dia a dia, tornando o preparo mais prático. Porém, com tantos itens disponíveis no mercado, como escolher os ideais?  Pensando nisso em parceria com a Café América, criamos este conteúdo para você que assim como nós, ama café e quer estar sempre por dentro.

E é natural se sentir perdido em meio a muitas opções. Quem nunca comprou um item que usou poucas vezes e depois deixou de lado que atire a primeira pedra! Por isso, organizamos uma lista para ajudar você investir nos produtos certos. Acompanhe!

Quais são os 7 equipamentos e acessórios para café que você deve ter em casa

Se você é iniciante no mundo do café e quer começar a ter bons acessórios, ou se você já é um expert, mas quer aprimorar seu acervo, aqui vão algumas dicas fundamentais:

1 – Balança de precisão

Um item indispensável para garantir a proporção adequada de café e água, a balança de precisão é um acessório que vale o investimento. Isso porque a diferença de poucas gramas pode afetar o perfil da bebida, especialmente nos preparos individuais.

Ter a medida exata dos ingredientes garante um padrão de qualidade do café, com o equilíbrio dos aromas e sabores esperados para cada método. Sem contar que a balança facilita muito o dia a dia, oferecendo medição rápida e precisa.

Alguns modelos, inclusive, têm a função de temporizador para calcular o tempo exato de pré-infusão, infusão e filtragem, dispensando a necessidade de adquirir outro acessório para essa finalidade.

Para escolher a opção ideal, avalie a frequência e a quantidade de café que você costuma preparar, assim, saberá qual opção se encaixa melhor no seu orçamento e estilo de vida.

2 – Moedor de grãos

Se existe um acessório de café comum entre os coffee lovers é o moedor de grãos. Dos iniciantes aos especialistas, ele já faz parte da rotina de muita gente. E isso não é à toa, pois é um consenso técnico que o café moído na hora apresenta níveis de qualidade e frescor superiores, que afetam diversos aspectos da bebida, do aroma ao perfil final.

Portanto, não abra mão de ter um moedor de café em casa, especialmente se você está começando a aprender mais sobre a bebida. Pode acreditar: a diferença na xícara, em relação ao café moído tradicional, será impactante!

Outra questão importante a se considerar é que existem diferentes tipos de moagem, da mais fina à mais grossa, variando de acordo com o método de preparo. Para fazer um café filtrado, por exemplo, é indicada uma moagem média, enquanto a prensa francesa exige uma moagem mais grossa, pois o café fica em contato com a água por mais tempo.

Neste sentido, é preciso saber que existem dois tipos de moedores: o manual e o elétrico. O primeiro oferece um bom desempenho na moagem, mas não possui grande variedade de regulagem. Seu principal ponto positivo é permitir um controle melhor na granulometria e precisão. Já o moedor elétrico oferece praticidade e velocidade na moagem e é excelente para uso doméstico. Alguns modelos têm até níveis de moagem, o que facilita a escolha de acordo com o método de preparo desejado.

3 – Chaleira com termômetro


Há diversos detalhes que fazem toda a diferença no preparo do café. Um deles é a temperatura da água, fundamental para ajudar a estimular a reação química no pó e, assim, extrair seus compostos para criar uma bebida perfeita com base nas melhores receitas disponíveis.

De acordo com a National Coffee Association, a temperatura da água para fazer café deve ser entre 90° C e 96° C. E para medir e alcançar a temperatura adequada, é possível contar com o auxílio de uma chaleira com termômetro — tanto tradicional quanto elétrica.

Ambas oferecem diferentes capacidades de volume e garantem precisão na temperatura. De forma geral, as chaleiras elétricas são mais práticas e aquecem a água em menos tempo. Mas se você não tem pressa na rotina, o modelo tradicional, que vai ao fogo, também pode ser uma boa opção.

Esses equipamentos podem ser encontrados em diferentes materiais, com capacidades volumétricas distintas e até mesmo diferença no bico, que pode ser de ganso — fino, com maior precisão — ou comum. E tudo isso influencia no preço, por isso, a dica é avaliar com cuidado, sempre de olho na sua necessidade.

4 – Pitcher

Pitcher é um acessório muito semelhante a uma pequena leiteira. Tem bico fino e alongado e sua função é armazenar o leite vaporizado e também fazer desenhos e esculpir formas na espuma do café, a famosa técnica latte art.

Por ser de inox, este utensílio mantém a temperatura e não altera o gosto da bebida. Quer dizer, é essencial para os amantes do café com leite!

5 – Espumador de leite

Para quem busca praticidade e facilidade, o espumador de leite é um dos acessórios para café que não pode faltar! O modelo mais tradicional é com êmbolo, parecido com uma prensa francesa. Com ele, você cria espuma aerada em poucos segundos e incrementa seu café, deixando-o como se fosse aquele servido em uma cafeteria.

É só colocar o leite quente dentro do recipiente de vidro com tampa e, em seguida, pressionar o êmbolo para cima e para baixo por cerca de 30 segundos. Assim, você terá um leite super cremoso para deixar seu café ainda melhor!

Também é possível encontrar espumador de leite no estilo mixer, que oferece mais potência de cremosidade, ou então em modelos elétricos, ideais para quem busca otimizar o tempo.

6 – Cafeteira italiana

Outro equipamento para café popular no mundo inteiro e que pode fazer toda a diferença na sua casa é a cafeteira italiana, também conhecida como moka. Ela foi criada em 1933 por Alfonso Bialetti, diante de uma necessidade dos italianos de buscarem um método de preparo semelhante ao expresso das cafeterias.

A moka é formada por três partes que se conectam: o reservatório inferior, onde é colocada a água e se forma a pressão que irá extrair o café; o funil, onde é adicionado o café moído; e a parte superior, onde sai o café pronto.

Seu funcionamento é simples: após preencher os compartimentos e fechá-los, leva-se a cafeteira italiana ao fogo. Com o aumento da temperatura, o calor cria uma pressão e empurra o café para o compartimento superior. Em alguns minutos, você tem um café fresco e potente!

7 – Prensa francesa

A prensa francesa é recomendada para preparar cafés gourmet e de qualidade superior, porque valoriza a potência de sabor e aroma dos grãos. É um utensílio que funciona sob pressão e requer o empurrão em um êmbolo para que o café seja extraído.

Ela dispensa o filtro de papel, utilizando, no lugar dele, uma tela ultra fina na ponta do êmbolo que empurra todo o pó de café para o fundo da cafeteira. Apesar de ter um mecanismo simples, é capaz de acentuar tanto a presença de cafeína quanto de óleos essenciais e outras propriedades dos grãos.

Você pode encontrar várias versões de prensa francesa no mercado, das mais clássicas àquelas com designs mais modernos e inovadores. A dica de ouro é optar, preferencialmente, pelos modelos com jarra de vidro, que não absorvem aromas.

E então, o que achou das dicas? Já decidiu quais desses equipamentos e acessórios para café adicionar à sua lista de desejos? Lembre-se que além de proporcionarem experiências sensoriais incríveis, realçando todos os compostos e perfis da bebida, eles também oferecem mais facilidade, precisão e qualidade ao seu preparo diário!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − treze =

1 + 3 =